segunda-feira, 12 de junho de 2017

Biografia e resenha



Glauber Vieira Ferreira nasceu em Varginha (MG) em 1973, mas vive em Brasília desde a infância. 
Em 2010 foi o vencedor, na categoria “contistas não-residentes”, no VII Prêmio Barueri de Literatura.

Em 2014, dois de seus poemas foram seleccionados nos concursos Poesia nos Ônibus, organizados pelas prefeituras das cidades gaúchas de Santa Rosa e Gravataí, e outro de seus poemas foi seleccionado no concurso Pão e Poesia, de Blumenau (Santa Catarina).

Está incluído na antologia poética Chamote, publicado na Argentina, em 2015, pela Punto de Encuentro Editorial. Tal antologia reúne 95 autores de toda a América.

Também teve um conto publicado na Alemanha, em uma antologia chamada “Grenzelos” (Editora Arara Verlag - 2016), reunindo somente autores brasileiros, que tiveram seus textos traduzidos para o alemão.



Por fim, publicou também “Mosaicos” (Editora Penalux, Guaratinguetá, 2015) de minicontos. Em 2016 saiu pela Thesaurus, de Brasília, o Poesia Estradeira.





Resenha









Olá galera, tudo bem com vocês? Hoje venho trazer a resenha de um livro que estou demorando muito para fazer devido a minha autoestima,o livro é maravilhoso, mas ando muito sem motivação por isso estou demorando para criar e postar a resenha... bom, a resenha de hoje é do livro Poesia Estradeira de um autor muito simpáticoO nome do autor desse livro é Glauber Vieira ele é super simpático, atencioso e super carismático; vamos lá saber minha opinião sobre esse livro??? 

O livro ‘’Poesia Estradeira’’ é escrito pelo autor carismático como já havia falado acima Glauber Vieira,da editora Thesaurus.E é um livro composto por poesias e com várias fotografias de paisagens lindas.



Ele soube por no papel o que seu olhar transmitia como poético, ele soube direitinho descrever o que sentia em cada poema descrito em cada página. Cada página lida vocês tem várias sensações muito profundas, sensações essas que quando você para pra pensar se sente no lugar do autor, é difícil passar para o papel descrever o que sentir realmente em cada leitura feita durante uma semana. Em cada página ele mostra paisagens e centros históricos nas quais nos chama atenção. 

Eu, Roberta, aconselho a todos que amam poesias: leiam esse livro Poesia Estradeira, pois vocês viajam nas descrições feitas pelo autor nos locais por onde passou, pois ele fala de coração aberto e com muita propriedade, que vocês se deparam com várias emoções contidas em cada poesia. Não existe livro emocionante e marcante como esse, disso duvido muito. 



Minha opinião: Bom quando recebi esse livro não imaginava que ele fosse tão marcante, tanto nas poesias contidas nele quanto nas páginas. A capa é bem linda o que nos chama muita atenção para saber o que contem aquela obra. Eu li em menos de uma semana, porém demorei a fazer essa resenha por motivos já explicado acima é muito difícil uma pessoa entrar numa fase que não consegui sair e acaba perdendo a vontade de ler de resenhar, mas eu prometi e vim cumprir minha promessa, o autor merece. Li essa obra maravilhosa e vou reler em breve assim que eu conseguir voltar ao meu ânimo e minha autoestima se levantar. Quando folheei o livro senti um cheiro tão gostoso, as páginas brilhantes, fontes agradáveis o autor Glauber está de parabéns por essa linda obra que se tornou uma de minhas favoritas, tanto a obra quanto ele merecem cinco estrelas.
Obrigada autor pela paciência e pela magnitude dessa linda obra.

Li e vou reler muitas vezes. Tenho certeza que ao abrir Poesia Estradeira novamente, novos sentimentos serão descobertos. As palavras são sempre as mesmas, mas, os prismas divisados são mutáveis. Vamos a leitura!



2 comentários: