quarta-feira, 23 de março de 2016

Parceria nova uhuuu Marcelo Garcia



Olá, boa noite amigos,estou trazendo nesse momento, aqui no blog Jornal Literatura & Cia, mas uma bela parceria com mais um autor nacional, Marcelo Garcia e o livro que no caso será E-book que vou resenhar  é Amor de Puta, vamos lá conhecer um pouco o autor e sua obra.


Biografia

A curiosidade pela escrita surgiu em meados de 1999, quando eu tinha apenas 14 anos. Lembro muito bem da sensação de quem começava a vislumbrar um mundo cheio de possibilidades. Enquanto assistia ao saudoso e magnífico Samurai X na televisão, fiz um questionamento a mim mesmo: "Se eles conseguem criar uma história dessas, por que eu não posso?". Na mesma hora corri para o computador e comecei a jogar as primeiras ideias que me vinham na cabeça. O que era uma curiosidade ingênua de adolescente, tornou-se uma paixão instantânea de quem passou a sonhar com uma carreira de escritor.

Escrevi enlouquecidamente durante longos 10 anos, sem parar. Um certo dia me vi cansado e desinteressado a ponto de arquivar todo o trabalho. Estive perto de desistir e encarar tudo como apenas uma fase. Foi em 2011, com a ideia inicial do que é hoje o Amor de Puta, que eu recuperei a paixão pela escrita e o sonho de ser escritor definitivamente despertou.
Estudo jornalismo, mas quero que minhas histórias sejam contadas nos livros. Quero me comunicar, quero ser lido, quero ser elogiado e criticado, e para que tudo isso aconteça, quero apenas uma chance de mostrar o potencial do meu trabalho a você.

Sinopse do livro que irei resenhar em breve:



“Não tenho um corpo escultural para cobrar o preço que cobro. Eu apenas aproveitei as brechas que essa sociedade hipócrita e suja me deu. Tive a sorte que muitas mulheres desse meio não têm, em um lugar com homens que não se importam em pagar uma fortuna para se deitarem comigo só porque sou bonita, educada, tenho postura, tenho estudo e sirvo de fachada para passear em público, como um mero acessório de status. Esses mesmos homens acham que uma mulher feia e que não tenha a mesma bagagem educacional que eu tenho merece ganhar pouco ou nada, e o pior de tudo, ser desrespeitada. Mas isso é normal, afinal, somos apenas um produto. Uns mais caros, outros mais baratos, embora não me ache melhor que nenhuma outra mulher, seja ela de programa ou não. Nós, ditas vagabundas, não somos mais sujas do que essas pessoas mentirosas e de falsa moral que nos cercam. E quando as mulheres têm preconceito e disputam entre si, só fazem aumentar o desrespeito do todo para com elas mesmas. É um tiro no próprio pé. No mais, apenas sinto pena e nojo de todos os homens com quem já me deitei, pois nenhum deles me teve de verdade, enquanto eu tive o dinheiro de todos eles. Você me pergunta por que faço programas? Nunca será pelo prazer, disso pode ter certeza. São apenas negócios, meras oportunidades de arrancar o dinheiro daqueles que pensam estar no comando, mas que não passam de trouxas que usam o bolso como único atrativo. Respondi à sua pergunta?”

Site


Link para comprar o livro 



Nenhum comentário:

Postar um comentário