sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Desabafo

Olá, sou Roberta a dona deste blog Jornal Literatura e Cia, vou trazer nesse momento um desabafo, andou muitas coisas comigo no meio literário que resolvi vim esclarecer com isso espero que as pessoas consigam me conhecer melhor e respeita meus direitos, não estou criticando ninguém jamais e também não estou usando esse desabafo para conseguir ibope ou até mesmo livros.

===============================================

Oh Desabafo!!!

Quando criei o blog não fazia ideia do que era resenhar um livro, vi muitos falando disso no Instagram, mas é claro que antes de criar eu pesquisei no Google o que era uma resenha e como se fazia. Li atentamente e conversei com amigos autores e blogueiros e não blogueiros sobre essa minha decisão de querer resenhar livros, então comecei a participar de sorteios no Instagram para ganhar livros, pois os que eu tinha eram poucos e eu não tenho condições de ficar comprando livros. Ganhei um livro! ''À verdadeira Bela'', autora Li Mendi, foi o primeiro livro que resenhei, confesso que minha resenha foi fraca de início, pois era iniciante. Ai, vendo blogueiros falar sobre parcerias com autores e editoras, resolvi tentar, mesmo que a minha resenha fosse fraca. Consegui parcerias com ótimos escritores, a minha primeira parceria foi com o autor Jim Carbonera, ele é um autor super atencioso e carinhoso, resenhei o livro dele com maior prazer por que ele foi super cuidadoso, jamais me criticou. Mandei a resenha antes de postar e ele leu e corrigiu com prazer e sem criticar. Confesso que tive receio, pois minha primeira resenha saiu fraca e com isso deu aquele medo de ele não gostar. Ele simplesmente foi tranquilo, leu de boa, corrigiu o que tinha pra corrigir e me autorizou a postar. Tenho outros autores parceiros que obtive com o passar dos meses, como o Josué Matos que, com sua paciência e tranquilidade, também me orientou na resenha, pois resenhei dois livros dele. Já ai me perdi um pouco, mas ele... nossa, me ajudou muito corrigindo e conversando comigo. Explicou onde estava errando e onde poderia acertar, é outro atencioso amoroso. O autor Luiz Asaf é do meu estado, é um parceiro gato, rsrs, que nossa... o livro dele é magnífico, resenhei e  ele gostou, não me criticou, me deu atenção, foi super atencioso comigo. Krishnamurti Góes também é meu parceiro, fiz a resenha do livro dele e mandei antes de postar. Caramba, ele adorou e corrigiu também... Eu sou assim, quando faço parceria, eu resenho o livro e mando a resenha para o autor antes de postá-la, pois sou apenas iniciante, por mais que vá fazer um ano de blog eu ainda sou iniciante e tenho dificuldades para expressar a minha opinião naquela obra por medo de derrubar os autores(as), então faço questão de enviar antes de postar, até por que quero debater sobre o assunto com eles, é sempre bom. Também tenho parceria com um autor maravilhoso, Ricardo Neto. Caraca, ele simplesmente ganhou meu respeito por que invés de mudar o que penso ou mandar escrever o que ele pensa, ele simplesmente leu e gostou, também fez o mesmo que os outros, corrigiram, mas gostou, não criticou, debateu o assunto, explicou várias questões... isso são pontos positivos dele comigo por que conseguiu me ajudar, afinal gente, eu sou deficiente física e estudei ate a quarta série, tive que parar por que meus pais acham que não consigo acompanhar os outros alunos e com isso tive que abandonar os estudos e confesso que ainda não sei o português direito, então, vocês devem se perguntar, tem computador pra quê? Sim, tem aulas virtuais, mas as provas são feitas no próprio colégio e eu tenho dificuldade de locomoção, hoje não consigo andar só e também não sei me movimentar sozinha na cadeira de rodas e as ruas não são nem um pouco adaptadas, sem contar que hoje em dia o ser humano não tem paciência com deficientes físicos, quem é cadeirante sabe do que falo e quem não é, com certeza já percebeu. Então, o que sei hoje, graças a Deus foi o pouco que aprendi até a quarta série com professores super pacientes e o resto foi obtido com cartas que escrevia para minha cunhada em são Paulo, mas paramos, por isso hoje desaprendi o uso das vírgulas, é por isso também que eu mando para os autores corrigirem. Lendo livros, com certeza voltarei a aprender a usar vírgulas nos textos, não me envergonho de falar sobre isso. Conheci outros autores que se tornaram meus parceiros, o autor Sergio Pereira leu minha resenha antes de eu postar, ele adorou também, não ouvi criticas. A autora Joana Amorim foi amorosa comigo, uma parceira super atenciosa, não quis ler minha resenha antes que eu postasse ela, e ela adorou, fiquei feliz com isso. A autor J.G Brene também adorou a resenha que fiz e a forma como postei. Teve outras autoras também que leram antes de postar e corrigiram, não me criticando e também disseram que adoraram, no caso as Autoras Sinélia Peixoto, Cristina Chen, Elizanna Louzada e Fátima Venceslau, que foram super atenciosas e não criticaram. Teve um fato que aconteceu comigo, um belo dia um autor postou um tipo de sorteio no qual a pessoa só ganharia o livro dele se desse uma convicção convincente do que a pessoa queria ganhar aquele tal livro, eu como já não tinha mais livros para ler, participei. Expliquei o meu problema e ele acabou me escolhendo. O livro chegou e tal, postei no Facebook, falei com o autor que iria ler e postaria a resenha do livro dele. Ele concordou e me pediu para que eu enviasse a resenha para ele antes de postar, assim, fiz e mandei e ele por sua vez disse para não postar, pois continha spoilers do livro e que a minha opinião não coincidia com o livro dele.... Vamos lá, ele alegou que não sabia que eu era blogueira sendo que ele sabia sim. Segundo, tudo bem, continha spoilers, poxa, era só ele pedi para refazer a resenha, eu faria, já fiz para outros autores, por que com ele seria diferente? Terceiro, a minha opinião se coincidia com a história, mas ele não gostou porque a minha opinião foi contraria a dele e não é assim, cada um dá a sua opinião, ele poderia debater sobre o x da questão e me dar uma explicação que fizesse eu repensar e mudar, mas ele simplesmente não me deu a chance de refazer e de repensar. Quarto ele alegou que ganhei o livro por minha condição e não foi isso, eu expliquei o meu problema, mas se passei para ele a impressão de que eu usei minhas condições físicas, me desculpe, jamais faria isso. Esse fato me deixou triste a ponto de querer excluir o blog, só não excluí por que alguns autores me animaram, me deram apoio moral. Aconteceram outros fatos, eu como havia falado, sou iniciante e serei eternamente, nunca deixaremos disso, aliás, não quero ser profissional, fiz o blog com intenção de ter algo para fazer no meu dia a dia, recebi milhares de criticas de blogueiros sobre layout do blog, e o banner foi outro baque no qual também me levou a querer excluir o blog, mas surgiram alguns anjos além dos autores e me deram força e motivaram a continuar, foram eles o Léo Otaciano e o Rafael Botter, dentre outros, mas esses dois, nossa... foram bastante atenciosos e me ajudaram demais, me animaram tanto que eu retirei o blog do ar e renovei tudo, até o nome, que antes era Lendo & Resenhando Oficial e hoje é Jornal Literatura e Cia. Com esse novo nome ganhei elogios que me deram mais motivos para prosseguir. Obrigada de coração.

2 comentários:

  1. Olá Beta não exclua o seu blog por motivos de críticas, as críticas sempre vão existir. E as suas resenhas são excelentes, mesmo que você as mande para o autor revisar, elas são muito boas, e com o tempo tenho certeza que você melhorará. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luciano, pelo apoio pode ficar tranquilo que não irei excluir o blog, as criticas me abalam não nego mas não desisto.

      Excluir