quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Resenha

Olá!O blog Jornal Literatura e Cia têm o prazer de publicar uma resenha do livro Querido John do Autor estrangeiro Nicholas Sparks, Vamos lá??



Biografia



Nicholas Sparks (1965) é um escritor norte-americano, consagrado pelo mundo inteiro pela vendagem de seus livros.
Nicholas Charles Sparks nasceu em Omaha, Nebraska. Passou a adolescência na Califórnia. Começou a escrever quando tinha 19 anos. Com essa idade, escreveu o primeiro livro, porém, a obra não foi mais encontrada. Estudou Na Universidade de Notre Dame, onde formou-se em economia em 1998.
Nicholas Spark foi durante um tempo delegado de informação médica, até que a agente literária Theresa Park passou a mediar a publicação dos livros do escritor. Theresa Park vendeu os direitos do romance “The Notebook” à Warner Books, e depois desse fato, o escritor esteve na lista de livros mais vendidos durante 56 semanas.
O livro “As Palavras que Nunca te Direi” foi adaptado para filme, o que ajudou bastante no sucesso literário. Outros livros também tiveram grande sucesso: “Uma Carta de Amor”, “Noites de Tormenta”, "Um Amor Para Recordar", só para citar alguns exemplos. Mas foi com os livros “A última Música” e “Querido John” que o tornou grande conhecido do público brasileiro. Os livros de Nicholas Spark fazem sucesso também em Portugal.


Característica:

Titulo  - Querido John
Autor -Nicholas Sparks
Idioma - Português
Peso - 0,44 kg
Editora - Novo Conceito
ISBN  - 9788563219022
Tamanho  - 23,00 x 16,00
Acabamento - 1635
Edição - 1
Ano - 2010
Páginas - 288
Gênero – Ficção norte-americana


Sinopse

'Querido John' narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah uma estudante conservadora. Quando Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que está pronto para começar de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos,John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar

Resenha:


Lenoir, 2006

O que significa amar verdadeiramente uma pessoa?Houve um tempo em que eu achava saber a resposta: significa que eu iria pensar emSavannah mais do que em mim mesmo, e pensaríamos o resto de nossas vidas juntos.Não seria difícil. Ela me disse certa vez que a chave para a felicidade é ter sonhos realizáveis, e os dela não eram nada fora do comum. Casamento, família... o básico isso significa que eu teria um emprego estável, uma casa com uma cerca branca e uma minivan ou SUV grande suficiente para levar nossos filhos á escola, ao dentista, ao treino de futebol ou aos recitais de piano.Dois ou três filhos- ela nunca foi clara a respeito, mas meu palpite é que quando chegasse a hora, ela deixaria a natureza seguir seu curso e Deus tomar a decisão. Ela era assim - religiosa, quero dizer - e suponho que esse tenha sido um dos motivos pelos quais me apiaxonei por ela.Independentemente do que acontecesse em nossas vidas, eu me imaginava ao fim do deitado na cama ao lado dela, nós conversámos e ríamos, perdidos nos braços um do outro.Não parece tão absurdo., certo? Quando duas pessoas se amam? Foi também o que pensei.E, enquanto uma parte de mim ainda quer acreditar que isso seja possível, sei que não vai acontecer. quando eu for embora de novo, nunca mais vou voltar...


Vamos lá, achei o inicio do livro um pouco devagar, mas continuei a leitura, afinal não posso julgar o livro somente pela capa, e nem pelas primeiras páginas. Ao longo da história, vi um cara rebelde, injusto, com um pai que cuidou dele , que não deixou faltar nada dentro de casa, só porque o pai falava sobre moedas que ele colecionava, será que nunca passou pela cabeça do Jonh que o pai tinha algum problema ???. Mais ao invés dele procurar saber o que estava havendo com o pai ,ele resolveu ser rebelde, fez tatuagens, começou a beber, puro egoísmo, por fim se alistou no exercito achando que iria ser melhor tanto para ele como para seu pai. Quando foi convocado começou a trabalhar na infantaria do exercito na qual aprendeu muitas coisas, ele enviava e recebia cartas do pai, contando como estava , e o pai não tocava no assunto das moedas, pois o filho já havia sido claro e grosso com ele sobre isso, John na primeira licença do exercito voltou para casa para ver seu pai, porém nada havia mudado entre eles , os dois mal se falavam, mal se olhavam, mas um belo dia ele conheceu Savannah, a mulher dos seus sonhos , que fez com que ele se reaproximasse do pai. Ela usava as idas na casa do pai de john para fazer diagnostico escondido, na qual ela não teria o direito de fazer. John mas uma vez se mostrou egoísta, e ficou furioso, os amigos de Savannah tentaram segura ele e ele acabou brigando,porèm mais tarde se arrependeu de ter feito aquilo, um dos amigos dela procurou ele no dia seguinte e explicou que ele estava certo, que a namorada não tinha esse direito de diagnosticar o que pai dele tinha, pois ela não era medica, e entregou o livro que Savannah tinha comprado, na qual ele deixou para trás, ele fez de tudo para não ler o livro, mas acabou lendo, e nesse livro mostrava os comportamentos de uma pessoa com autismos e síndrome de asperger.. 

A Síndrome de Asperger é um transtorno neurobiológico enquadrado dentro da categoria de transtornos globais do desenvolvimento. Ela foi considerada, por muitos anos, uma condição distinta, porém próxima e bastante relacionada ao autismo.
Foi ai que ele descobriu o problema do pai de tanto ele ficar só no mundo dele e pensando só em moedas ele viu também que a namorada queria só ajudar afinal ela já conhecia sobre autismo, pois o irmão do melhor amigo dela é autista.
Ele sabia que não podia, mas voltar a casa onde a namorada vivia com os amigos, pois a fama dele lá não era muito boa por causa da briga que ele teve na qual acabou machucando os amigos de sua namorada, ele deixou recado no carro do TIM o melhor amigo de Savannah, pois sabia que ele entregaria a ela e se encontraram no mesmo local onde se conheceram pela primeira vez ele pediu desculpas a ela por ter sido radical egoísta imaturo e viu que tudo que ela estava dizendo sobre o pai dele era a mais pura verdade.·.

Ele passou a olhar o pai com outros olhos passou a se reaproxima dele, terminado sua licença ele voltou feliz para Alemanha, pois encontrou o amor da sua vida na qual lhe deu novas esperanças de vida de ser feliz, passou a pesquisar sobre moedas para poder ter, mas dialogo com o pai, ele teve a segunda licença do exercito, mas o pior estava por vim ele prometeu sua namorada que voltaria de vez para casa que não se alistaria no exercito novamente e não foi isso que aconteceu, mas uma vez ele foi egoísta não pensou na sua namorada e muito menos no seu pai e se alistou no exercito por dois anos, pois seus companheiros de pelotão haviam feito o mesmo durante a estadia dele lá tudo mudou Savannah diminuiu as frequências das cartas e telefonemas o pai do Jonh também ficou muito doente e ele teve que viajar as pressas para ver o pai que havia sofrido uma parada cardíaca.Foi ai que ele percebeu o quanto ele foi injusto imaturo com o pai ele precisou ver que estava perdendo aquela pessoa que cuidou dele que fez tudo por ele.Ou seja, precisamos perder para dar valor, mas infelizmente é sempre tarde demais para isso acontecer.·.


Gente não faça como o Jonh dê valor as pessoas que vocês amam por mais que essa pessoa lhe maltrate ou que fale besteiras.
Não tem erros de português nem de digitação, as páginas são amarelas, e a história um pouco lenta no inicio mas dos capítulos em diante foi envolvente e muito chamativo apesar do Jhon ser egoísta eu recomendo é uma lição de amor para muitos egoísta nesse mundo.


2 comentários:

  1. Chorei tanto com esse livro, assim como no filme. Me surpreendi com a história do pai de John e de como Savannah foi importante para ele mudar seu pensamento a respeito disso. Adoro esse livro, amei a resenha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uiii moça chique é assim assisti o filme depois que ler o livro eu só li e curti bastante apesar de ser grande kkkkkkkkkk.

      Excluir